quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Que injustiça!

De todas as punições aplicadas ao Imortal pelo STJD, a mais injusta foi a do Réver. Ele deveria ter pego 120 dias, no mínimo. O Carlos Alberto passa a mão e ele nem revida, não dá uma cuspida no cara, não quebra o molar do cidadão, não honra a camisa que já foi vestida por Dinho, o Cangaceiro. E tem mais. Esse tal de STJD tá querendo transformar o futebol em esporte de moças (desculpem-me meninas mosqueteiras, nada a ver com o gênero, é só uma expressão).

Tudo indica que a armação tem o objetivo de nos dar o único título que nos falta, o de campeão moral. Dos outros, nosso galpão de troféus está cheio, abarrotado.

4 comentários:

Frank Maia disse...

Passaram a mão no Grêmio. Verdade!Vi o videozinho do site da Zero Hora...mas o cara não reclamou nem um pouquinho. Gostou muito, parece.

Irene por mami Marta disse...

O Frank está com dor de cotovelo porque não é nem gaúcho, nem gremista! Mas jornalista ele é, sou testemunha porque até me formei com ele (não vou falar da briga Frank, não vou) e o Jeff tava junto. Por sinal, a maior injustiça do mundo seria o 'sem sapato' ter ficado de fora desse blog! Já eu, sei lá, entende? Mas é muito legal estar com vocês. Beijos

Antonio disse...

O problema é que ele gostou.
Isso revoltou o procurador do STJD. O certo era o jogador reagir. Mas... Bem, ele gostou da passada de mão.

Gean disse...

Acho q o procurador ficou mesmo é com xúmis !!!

Parabéns pelo blog mosqueteiros de sangue azul, ganharam um assinante de fé !!!

Flw

Gean